Bem-vindos ao nosso site web

O Yoga Nidra é um método que induz o relaxamento a nível físico, mental e emocional. Este método promove o desenvolvimento espiritual e é comparado ao sono psíquico, onde existe relaxamento profundo, mas não deixa de existir consciência.


O método é semelhante a uma meditação guiada, em que o praticante apenas tem de se deitar, ouvir e sentir.
O seu propósito é purificar os samskaras (impressões profundas) que nos conduzem a certos padrões de pensamento e comportamento. Pode trabalhar karmas e a purificação da mente subconsciente.

Como Atua

A mente
Quando a consciência está conectada a todos os outros sentidos, a recetividade é baixa. Mas quando o relaxamento é completo, a recetividade aumenta. Este é o segredo do Yoga Nidra.
Existem diferentes níveis da mente. A mente consciente tem a lógica e o intelecto que fazem análises e rejeições. A consciência mais profunda não funciona dessa forma, por isso as impressões que forem plantadas no subconsciente não podem ser rejeitadas e irão crescer e dar frutos que enriquecerão todos os aspetos da vida. No Yoga Nidra, a consciência está entre o estado de sono e vigília, em que a mente está extremamente recetiva e, assim, as sugestões recebidas têm sucesso a remover hábitos e tendências indesejados. No caso de existirem hábitos que se quer perder, as sementes (ou sankalpas – resoluções) devem ser colocadas primeiro no inconsciente e, só depois, devem ser ouvidas de forma consciente. De facto, o Yoga Nidra pode ser usado para redirecionar a mente para atingir o que quer que seja.
Esta prática permite também receber intuições da mente inconsciente. Este estado é uma fonte de inspiração artística e poética. As intuições recebidas através do Yoga Nidra permitem encontrar soluções para todos os problemas.

A ciência do Relaxamento
O excesso de atividade mental, o excesso de trabalho ou a falta dele, dormir demasiado ou dormir pouco, e até mesmo as dietas, entre tantas outras questões do nosso dia-a-dia, originam tensões que se vão acumulando nas várias camadas do nosso ser (sistema muscular, emocional e mental). As tensões individuais contribuem para a criação de tensões a nível social, através dos nossos comportamentos com os outros. Assim, se queremos melhorar tudo isto, temos de começar por aprender a relaxar o nosso próprio corpo e mente. Uma boa noite de sono não é suficiente para atingir um total relaxamento, a menos que não existisse nenhuma destas tensões. O Yoga Nidra trabalha nestas diferentes camadas do ser humano, ajudando o corpo, as emoções e a mente na libertação das tensões.

O Segredo da Transformação
A prática de Yoga Nidra não permite apenas relaxar, mas também reestruturar e reformular toda a personalidade. A cada sessão, o praticante está a remover os samskaras, hábitos e tendências. Este processo é, não só mais rápido que outros sistemas que apenas atuem no aspeto exterior, como também produz resultados mais fidedignos e permanentes.
O Yoga Nidra põe-nos em contacto com a nossa personalidade psíquica, que é responsável por tudo o que pensamos e fazemos. Por isso, com a ajuda desta prática, podemos começar a agir sobre os ideais em que acreditamos. Todos estamos intelectualmente convictos sobre o que é bom e mau, mas também temos de estar emocionalmente recetivos para tudo aquilo que precisarmos de assimilar. Isto só é possível se afastarmos as distrações e se a mente estiver calma e a flutuar a um nível suave.

A semente da Mudança
O Sankalpa, ou resolução, é o método mais eficaz de treinar a mente. É uma das fases do Yoga Nidra e é um poderoso método para reformular a personalidade e direcionar a vida através de caminhos positivos. Trata-se de uma afirmação curta, que deve ser uma determinação do praticante para fazer algo ou tornar-se em algo na sua vida. Esta é colocada na mente subconsciente quando ela está recetiva. Isto deve ser feito, não quando a mente está ativa intelectualmente, mas sim quando está calma e sossegada. Durante a prática, existem dois momentos reservados ao Sankalpa. O primeiro momento funciona como colocar a semente e o segundo como regá-la. O Sankalpa deve ser o mesmo ao longo das diferentes sessões.

Factos Científicos

  Para além da comprovação, através da experiência, dos benefícios de uma prática regular de Yoga Nidra, existe também um cada vez maior suporte científico que confirma as suas vantagens. Apesar de o estado desperto de consciência ser o mais estudado, existe também bastante informação sobre o estado de sono e sobre as alterações físicas que ocorrem na transição estre os dois.

Do ponto de vista científico, podem definir-se 3 estados de consciência, reconhecidos por yogis, psicólogos e fisiólogos:

  1. Estado Desperto (Mente Consciente)
    1. É a mente que se ocupa dos estímulos provenientes do mundo exterior, recebidos através dos 5 sentidos;
       
    2. Estado de consciência em que predominam as ondas cerebrais beta.
       
  2. Estado do Sonho (Mente Subconsciente)
     
    1. É a mente em que se expressam ativamente os medos e desejos suprimidos e as inibições;
       
    2. Estado de consciência em que predominam as ondas cerebrais teta
       
  3. Estado de Sono profundo (Mente Inconsciente)
     
    1. É a mente onde tem origem o instinto, as motivações e onde ficam enraizadas as experiências anteriores. Neste estado, toda a atividade mental desaparece e o corpo entra em repouso absoluto;
       
    2. Estado de consciência em que predominam as ondas cerebrais delta.
       
       
Num ciclo de sono normal, a passagem entre estes 3 estados de consciência é feita de forma gradual, à medida que a frequência cerebral vai passando pelos diferentes tipos de ondas. Especificamente, a passagem da Mente Consciente para a Mente Subconsciente acontece à medida que o córtex sensorial/motor e os diferentes recetores sensoriais se vão “desligando” do mundo exterior e que a consciência se direciona para os níveis mais profundos da mente. Este “desligar” dos sentidos ocorre, invariavelmente, pela seguinte ordem:

1.       Olfacto
2.       Paladar
3.       Visão
4.       Tacto
5.       Audição 

Com o Yoga Nidra, o processo de transição entre estados de consciência é diferente, pois é induzido um novo estado entre o desperto e o sonho, em que apenas a consciência auditiva ainda se encontra ativa. Neste estado de consciência, definido no limiar da fronteira entre o estado desperto e o sonho, também denominado como superconsciência, predominam as ondas cerebrais alfa, associadas ao relaxamento profundo. A prática do Yoga Nidra permite prolongar este estado de consciência para uma duração muito superior ao que se obtém num sono normal, promovendo uma qualidade de descanso muito benéfica, quer para o corpo, quer para a mente. Este estado de profundo relaxamento e abrandamento metabólico é também designado pela ciência como Estado Hipnagógico, em que podem ocorrer algumas das seguintes alterações físicas:

  • Alteração da frequência das ondas cerebrais;
  • Abrandamento do ritmo cardíaco;
  • Diminuição da tensão arterial;
  • Alteração nos níveis das hormonas do “stress”, incluindo a adrenalina.
     
    Testes psicológicos registaram também um aumento da capacidade de concentração e níveis superiores de bem-estar físico e mental.

    A primeira demonstração laboratorial que confirmou a existência deste estado de superconsciência, ocorreu sob a direção do Dr. Elmer Green, com o yogi Indiano, Swami Rama. Através de medições elétricas das suas ondas cerebrais, foi possível registar a capacidade de Swami Rama transitar, de forma controlada, entre os vários estados de consciência, utilizando a técnica do Yoga Nidra para relaxar toda a sua estrutura física, mental e emocional.

    Mais informação sobre este ensaio pode ser obtida através das seguintes fontes:
     


O Yoga Nidra, usado de forma personalizada, pode também ter aplicações terapêuticas, entre as quais:
  • Alívio de padrões comportamentais de ansiedade
    Baither, R.C. and Godsey. R., 'Rational emotive education and relaxation training in large group treatment of test anxiety', Psycho!. Rep., 45(1):326.
  • Dependência de álcool, tabaco e drogas
    Hypner, G.C., 'Relaxation treatment for excessive cigarette and caffeine use', Psychol. Rep., 45:531-534, 1979.
  • Insónia
    Shealy, R.C., 'The effectiveness of various treatment techniques in different degrees and durations of sleep-onset insomnia', Behay. Res. &Ther., 17(6):541-546.
     
  • Hiperatividade de crianças ou crianças com dificuldades de aprendizagem
    Dunn, F.M. 'Relaxation training and its relationship to hyperactivity in boys', Diss. Abstr. Int., 41(1), July 1980.
    Janz, G., 'Functional relaxation therapy applied to children suffering from disturbances of concentration', Praxis Kinderpsychol. Kinder¬psychiat., 27(6):201-205
  • Controlo da Dor
    Sargent, J.D., Green, E.E. and Walters, E.E., 'Preliminary report in a pilot study of migraine and tension headaches', Psychosom. Med., 35:129-135, 1973.
    Varni, J.W., 'Self-regulation techniques in the management of chronic arthritic pain in haemophilia', Behay. Ther., 12(2):185-194, March 1981.
  • Gravidez e Perturbações menstruais
    Leboyer, F., Birth Without Violence, Rigby Ltd., Australia, 1977.
    Ferguson, J.H., 'The effects of relaxation training on menstrual pain and locus of control in a selected group of women', Diss. Abstr. int., 41(10), April 1981.
     
      
    Estudos ainda preliminares, em que se utilizou o Yoga Nidra como adjuvante ao tratamento convencional, têm revelado resultados promissores também nas seguintes situações:

  • Doenças cardiovasculares
  • Cancro
    Estudos ainda em curso têm recorrido ao poder da visualização como complemento aos tratamentos convencionais, com resultados muito interessantes ao nível da eficácia dos tratamentos e fortalecimento do sistema imunitário.

Sobre

O Yoga Nidra é um método que deriva do tantra e que induz completo relaxamento ao nível físico, mental e emocional, sendo uma técnica poderosa de relaxamento consciente. No Yoga Nidra o sono não é considerado relaxamento. Apesar de as pessoas se sentirem relaxadas com algumas atividades diárias, como sentar-se no sofá, ver TV ou ler um livro, estas são apenas distrações sensoriais. O verdadeiro relaxamento é uma experiência muito diferente destas. Para um relaxamento absoluto, é necessário permanecer consciente. Assim, o Yoga Nidra é um estado de sono dinâmico.
 
 Durante a sessão, o praticante parece estar a dormir, mas encontra-se num nível mais profundo de consciência. Por isso, o Yoga Nidra é descrito como um sono físico ou relaxamento profundo com consciência interior. Neste estado de limiar entre o sono e a vigília, o contacto com o subconsciente e o inconsciente ocorre espontaneamente.
 
 O estado de relaxamento é alcançado através da viragem para o interior, fora das experiências exteriores. Se a consciência for separada da atenção exterior e do sono, isso torna-se muito poderoso e pode ser aplicado de várias formas como, por exemplo, para desenvolver a memória, aumentar o conhecimento e criatividade ou transformar a natureza do praticante.

 Lisboa
      - Centro iEnergy
             Morada: Avenida Miguel Bombarda 1, 6º D, 1000-207 Lisboa (Saldanha)
 Loures
      - Clube do Movimento
             Morada: Av. das Descobertas, Nº 43 A, 2670-384 – Loures (Infantado)
 Odivelas
      - Psicomindcare
             Morada: Rua Alves Redol, 3, Loja 3E, 2675-285 Odivelas
 Queluz
      - AneSpace
             Morada: Rua César de Oliveira, nº 1, 2745-091 Queluz (Junto à PSP)
      - In-Perfect
             Morada: Rua Dona Maria I, nº 15, Queluz (Junto à Estação de Comboios e Mercado de Queluz)


E, também, connosco Online